Carta de Pero Vaz de Caminha.



Lendo sobre o Brasil colônia para um trabalho de escola do Matheus, eis que me deparo com um trecho da carta de sexta-feira, primeiro dia de maio de 1500 em que Pero Vaz de Caminha descreve uma índia que carregava seu bebê em um pano "não sei de quê". Você pode encontrar a carta na íntegra aqui em pdf. 
Abaixo, o trecho que eu citei.

Também andava aí outra mulher moça com um menino ou menina ao colo, atado com um pano (não sei de quê) aos peitos, de modo que apenas as perninhas lhe apareciam. Mas as pernas da mãe e o resto não traziam pano algum.





Esta carta, historicamente, prova várias coisas: 
1 - Não fomos descobertos pelos portugueses;
2 - Os índios foram ludibriados pelos brancos;
3 - Os índios foram tomados por ignorantes e catequizados à força;
4 - BABYWEARING NÃO É MODINHA!
5 - PÉS PARA FORA DESDE SEMPRE!

Vale a pena a leitura, a carta ilustra claramente o choque cultural que estavam vivenciando ambos os lados e é parte da nossa história como população e como país, como humanos.
Muito legal, não é? Me contem o que acharam!
Carta de Pero Vaz de Caminha. Carta de Pero Vaz de Caminha. Reviewed by Thaynara Lourenço on sábado, março 25, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.