Reta final

Nesse momento, 26/07/2015, estou com 37 semanas + 2, ansiosa, esperando a Alice, já na fase do "torcendo pra adiantar" já que ela já está pronta, com bom peso e tamanho, e eu já não me aguento mais, seja de dores na barriga causadas pelo peso, seja de infecção urinária que persiste desde o início e não regrediu nada, inchaço, preocupação com a casa e com a rotina do mais velho, medo de não dar conta, medo de começar tudo de novo, vontade de voltar a trabalhar e deixar essa coisa de maternidade pra lá (será que ainda dá tempo de voltar atrás?) e a culpa por não estar tão empolgada assim com o fato de ter um ser crescendo aqui dentro me acompanha desde o início.
São tantas sensações, tantas neuras, coisas que não combinam com o convencional "ser mãe" que se vê em revistas sobre o assunto.
A gravidez veio no momento menos oportuno possível, cercada de confusões e brigas e mudanças enormes, maiores que a própria maternidade! Por isso, quando alguém vinha com um "parabéns!" super feliz ao saber que eu estava gestando alguém, a minha primeira reação era "por que? pra quem?". Sonhei com uma gravidez planejada, desejada, programada, de filme água com açúcar e ao invés disso tudo, ganhei uma bela dinamite acesa, com data prevista pra explodir. Como ficar animada? À medida que foi passando o tempo, as coisas demorando a se ajustar, a barriga crescendo cada vez mais, nada ficava pronto, nada parecia ter previsão imediata de melhora, mais improvisos, mais atropelos, Como curtir e tirar fotos? Como não se sentir culpada por não estar curtindo?
Agora, nas últimas semanas de espera, a impaciência toma conta... Ganhei tanta coisa linda! Fiquei absolutamente encantada com as mãos que me foram estendidas, extremamente agradecida por ter ganhado tudo o que eu não tive condição alguma de providenciar, maravilhada com o carinho e cuidado que estou recebendo. A vontade que tenho é de espalhar todas as coisinhas dela na minha cama e ficar mexendo e olhando e babando!
Já tá perto de nascer? Já tá bom de esperar? Será que dá pra começar logo a segunda parte (e mais longa) da aventura?
Animada? Ainda não!


0 Comentários