Ciúmes?

Estava com uma vontade enorme de montar um painel de fotos aqui em casa já há algum tempo e, conversando sobre o assunto, tomei coragem de fazer.
Painel pronto, vamos à escolha das fotos? Só que não! Descobri que todas as minhas fotos são digitais e fazem pelo menos dois séculos que não"revelo" nenhuma fotografia... Nem do marido, nem do casamento, do cachorro, nada! Como faz, gente!?
Daí que me surge uma ideia de gênia que vez ou outra acontece: vou pegar as fotos do Matheus de bebê, de quando ainda tirava fotos analógicas, e montar um painel/homenagem a ele por um tempo... Gênia!
Andei pensando em como mostrar pra ele que todo o cuidado que eu vou dedicar à Alice quando ela nascer, também foi dedicado a ele quando ele nasceu e evitar possíveis rejeições. Por mais "maduro" que ele seja, é muito carente e meloso comigo e temo que me ver com uma carrapatinha grudada 24hs possa fazer com que ele tenha algum tipo de sentimento contraditório, afinal são 11 anos de exclusividade. 
Marido concordou, bora colocar a ideia em prática!

Enfim, painel montado com inspiração do Pinterest, fotos escolhidas, chamo o rapaz pra ver... "UHULL, SÓ TEM EU!!!! Ficou massa, mãe!!"
Quer dizer, uhull digo eu né!? Gol da barriguda! Acho até que alguma coisinha lá no fundo ele já estava sentindo e não admitia...

Não, não acho que fotos sejam a resolução dos problemas de ciúmes entre irmãos mas é um jeito legal de trazer à luz os momentos de cuidado e dedicação que um bebê demanda e que já haviam sido dispensados ao mais velho quando foi o momento, lembrando que a mãe é dos dois, multiplicada igualmente, sem preferências, sem divisões.
Missão do dia, cumprida!
Ps: Colocar na lista de tarefas: uma passadinha no estúdio fotográfico pra montar um álbum físico atualizado da família.

0 Comentários